Quais as melhores cervejas do Brasil em 2021?

Nada melhor que uma cerveja gelada após um dia cansativo de trabalho ou em uma festa com os amigos, não é mesmo?

Porém, escolher a melhor cerveja requer certos cuidados, afinal, não escolhemos o produto apenas pelo preço, mas pela intensidade do sabor, textura e outras características.

Para te ajudar na escolha da melhor cerveja para degustar e apreciar o produto, separei aqui um TOP 5 com as melhores cervejas do Brasil!

Quais os ingredientes principais da cerveja?

Novas marcas de cerveja nascem no Mercado o tempo todo com subcategorias para todos os gostos, cada uma com suas características próprias.

Porém, há 4 ingredientes principais descritos na Lei da Pureza (Reinheitsgebot) que compõem toda cerveja:

  • Água: que compõe entre 80 a 95% da cerveja;
  • Cereais: que podem ser “in natura” ou maltados. Os maltes podem ser o próprio trigo, aveia ou até milho. A cerveja puro malte, para possuir essa definição, é preciso que ela contenha 100% de cevada maltada.
  • Lúpulo: uma substância que traz aroma e amargor para a cerveja;
  • Levedura: conhecido como o “fermento” da cerveja.

O que diferencia cada cerveja será outros ingredientes e melhorias no processo de criação de cerveja que o mestre cervejeiro utilizar, como por exemplo, a cerveja artesanal.

Como a cerveja é fabricada?

O processo de fabricação industrial da cerveja passa pelos seguintes processos:

Maltagem

No qual será extraído o malte dos cereais (que é a base da cerveja) e colocados em um tanque para serem umedecidos e germinarem. Após isso, eles são torrados para que o amido presente nos cereais se transforme em açúcar fermentável. O processo leva cerca de 8 dias.

Esse é o principal elemento da cerveja puro malte, que representa um tipo de cerveja de maior qualidade.

Obs: A maior parte do malte utilizado no Brasil vem de outros países como a Alemanha, onde no clima é frio e a cevada se desenvolve melhor.

A Berliner Weisse é um dos tipos de cerveja bastante ácidas que possui 50 % de malte de cerveja de trigo na sua produção.

Mosturação

Aqui ocorre a moagem do malte e é adicionado água quente para que o mosto seja preparado. O cozimento dura cerca de 5 horas.

Após o mosto estar pronto, ele é transportado para outro tanque para a adição dos outros ingredientes da cerveja, sendo o primeiro deles o lúpulo, que dá o sabor mais amargo da bebida e atua como um conservante natural.

Fermentação

No processo de fermentação, a levedura é acrescentada à cerveja para transformar o açúcar em ácool. Na cerveja de baixa fermentação o ocorre em até 12 °C, enquanto nas de alta fermentação entre 15 e 24 °C.

O processo de fermentação dura 5 dias. Esta etapa realizado com um formato exclusivo é o que gera o sabor marcante da cerveja Heineken.

Apesar disso, a cerveja Heineken não possui aditivos em sua fermentação, como a Wild Ale.

Maturação

Nessa etapa a cerveja é resfriada a 0 °C e entra na fase de maturação, no qual o sabor e aroma da cerveja são definidos. O processo pode durar por volta de 21 dias.

Filtragem

Depois da maturação a cerveja já pode ser bebida, como é o caso de algumas cervejas a base de trigo.

Porém, para dar uma textura mais límpida e brilhante para a cerveja e eliminar partículas sólidas, ocorre o processo de filtragem.

Envase

Aqui a cerveja já é transferida para latas, garrafas ou barris. Elas são colocadas em vidro de cor âmbar para impedir que a luz provoque reações químicas que estraguem a bebida antes do prazo.

Pasteurização

A cerveja é aquecida a 60 °C e imediatamente resfriada até a temperatura ambiente. Esse processo aumenta o prazo de validade das cervejas para 6 meses.

O tipo de cerveja puro malte é composta por água, lúpulo, fermento e malte. Nenhum componente deve ser adicionado, além desses.

A cerveja preta ou cerveja escura é bem famosa por possuir o processo de fabricação um pouco diferente do comum e o teor alcoólico bem baixo em relação às outras, como por exemplo, a American Imperial Porter (utiliza malte torrado).

Essa cerveja escura, ou cerveja stout, possui variações como a dry stout — formação uma quantidade razoável de espuma e amargor moderado —, sweet stout — cerveja mais doce e baixo amargor —, Russian Imperial Stout — alto amargor e alto teor alcóolico —, entre outras.

Já a cerveja American Pale Ale (APA) possui alta fermentação e por essa razão possui a coloração diferente, podendo ser bem mais clara que as demais. Essa bebida alcoólica com o nome da Pale Ale é derivada desse fator, sendo sua tradução livre conhecida como “cerveja pálida”.

A American IPA, Índia Pale Ale ou Imperial IPA, muito parecida com a anterior, é uma cerveja com mais amargor e sabores diferentes da APA. Isso é causado por causa dos lúpulos utilizados, que são tradicionais e causam mais “desequilíbrio”.

Algumas pessoas preferem deixar essa bebida mais harmonizada, e combinam ela com algum tipo de chocolate, como, por exemplo, o chocolate amargo (utilizado comumente com cervejas com mais malte e mais escuras). Ou até mesmo com especiariais, como o Cravo-da-Índia ou a noz moscada.

O que caracteriza a cerveja brasileira?

As Lagers — ou como também são conhecidas Premium American Lager — foram introduzidas por imigrantes nos Estados Unidos e são consideradas as melhores cervejas pelos norte americanos e no Brasil, responsável por mais de 99% das vendas de cerveja no país.

A Premium American Lager é um tipo de cerveja de fermentação baixa com teor alcóolico entre 4 a 5%, diferente das cervejas Pale Ale. Por isso, a American Lager é uma cerveja leve e possui corpo e espuma mais baixos, tornando-a fácil de beber.

A American Lager pode ser harmonizada com várias refeições, incluindo peixes, pizza e saladas.

O Brasil ainda importa o Lúpulo (uma planta trepadeira de clima frio) de outros países, mas, ainda assim, o país é o terceiro maior produtor mundial de cerveja, ficando atrás apenas da China e EUA.

Em relação a composição, a legislação brasileira permite apenas o uso de até 45% de cereais não maltados.

Assim, muitas empresas brasileiras adicionam outros cereais como milho e arroz para reduzir os custos de fabricação. Por isso, hoje, cervejas puro malte – com 100% de cevada maltada como fonte de açúcar – são sinônimos de qualidade.

É interessante saber que, o Rio Grande do Sul perdeu para Santa Catarina, a primeira posição no Brasil de estados com mais cervejarias por habitante divulgado pelo Anuário de Cerveja. Porém, o estado com mais cervejarias registradas é São Paulo.

Além de que, percebe-se um aumento significativo com o passar dos anos do consumo e produção de várias cerveja, entre elas, a cerveja artesanal em Minas Gerais.

Quais são as marcas de cerveja mais populares de cervejas do Brasil?

Se você prefere cervejas artesanais, temos também grandes marcas de cerveja locais, como a DaDoBier, Perro Libre, Tupiniquim, BierLand, dentre várias outras.

É possível ver várias delas ganhando premiações no Brasil e no mundo inteiro, como por exemplo, World Beer Awards e European Beer Star.

Como escolher uma boa cerveja?

Selecionar a melhor cerveja depende muito do gosto pessoal de cada um, porém, o indicado é que a cerveja seja escolhida de acordo com o clima, com o momento e com a combinação alimentar que será consumida junto com o produto.

Por exemplo, para fazer a escolha da melhor cerveja para churrasco, é recomendado que seja a cerveja Lager, a cerveja Pilsen e American Lager, que são mais leves e refrescantes, indicadas para dias quentes e devem ser consumidas bem geladas.

Para dias frios, a melhor cerveja é a da família American Stout, pois possue mais álcool na composição e dá uma sensação maior de calor no corpo.

No geral, opte por uma cervejaria que se preocupe com a escolha dos ingredientes e te ofereça uma experiência degustativa completa: com aroma, sabor e identidade especial, ou seja, a melhor cerveja para você.

Quais as melhores cervejas do Brasil?

Para escolher a melhor cerveja do Brasil consideramos todos os critérios acima e também os diferenciais apresentados. Além disso, levamos em conta:

  • O preço do produto;
  • A busca pelo produto;
  • Quantidade de avaliações;
  • Prós e contras apontados por clientes.

Tendo isso em mente, confira as melhores cervejas brasileiras!

Eisenbahn Pilsen Puro Malte Long Neck 355ml – 12 unid.

Cerveja eisenbahn pilsen puro malte long neck 6 unid

A cerveja Eisenbahn Puro Malte já conquistou a mesa dos brasileiros, sendo um dos tipos de cerveja que é muito gostosa e refrescante para o verão, principalmente porque combina bem com um churrasquinho no final de semana. A melhor cerveja para um happy hour!

Não é para menos, a Eisenbahn Puro Malte especial é a mais premiada no Brasil. Isso pelos seus ingredientes e fabricação de qualidade, seguindo à risca a Lei de Pureza Alemã.

O produto é puro malte leve, com amargor na medida certa, com equilíbrio excelente entre o amargo e doce. Seu aspecto é dourado, com espuma bem cremosa e líquido bem filtrado.

O teor alcoólico da Eisenbahn Puro Malte é 4,8% e ela cai muito bem com churrasco, peixes e frutos do mar, salsichas e linguiças e queijos leves.

Prós

  • Agrada o público de forma geral
  • Aroma de frutas e puro malte
  • Amargor equilibrado, apesar de ser do estilo da cerveja Pilsen
  • Retrogosto refrescante
  • Ótimo custo-benefício

Contras

  • Não foram encontrados “contras” para este produto

Kit Especial Colecionador de Cervejas Bierbaum

Kit cervejas bierbaum

O kit especial colecionador de cervejas Bierbaum é ideal para você que deseja degustar mais de um estilo de cerveja da marca.

A Bierbaum é uma microvervejaria brasileira localizada em Santa Catarina e foi eleita a melhor cerveja artesanal do ano pela Copa Cerveja Brasil.

O kit é composto pelas 3 cervejas mais vendidas da Bierbaum: a Cerveja Bierbaum Lager, a Cerveja Bierbaum Vienna e a Cerveja Bierbaum Weiss Helles.

As três cervejas são bem suaves, leves e refrescantes, de fermentação alta e baixo teor alcoólico. Sendo a última delas, com uma densidade mais encorpada e cremosa, com características próprias das cervejas de tripo europeias.

Seus aspectos são amarelo claro e turvo, com boa formação de espuma. São cervejas ideais para o clima quente do Brasil e costumam agradar o público em geral.

Prós

  • Kit especial com 3 opções de cerveja
  • Cerveja suave, leve e refrescante
  • Baixo teor alcoólico
  • Cerveja 100% artesanal

Contras

  • Não recomendado para quem prefere um maior teor alcoólico

Cerveja Catharina Sour Sun of a Peach 500 ml

A Cerveja brasileira Catharina Sour Sun of a Peach é originária de Blumenau (local onde é realizado o Festival Brasileiro da Cerveja) em Santa Catarina.

É considerada a melhor cerveja por turistas de Blumenau. Possui um baixo amargor, por isso é mais fácil de beber; é uma cerveja leve e seu teor alcoólico é de 4,1%.  

Entre seus ingredientes estão a água, aveia, pêssego, cevada, lúpulo e leveduras. A cerveja Catharina Sour Sun of a Peach é refrescante e levemente ácida, além de possuir um aroma suave de pêssego.

A cerveja Catharina Sour Sun of a Peach pode ser harmonizada com diversos alimentos, dentre eles petiscos, queijo brie, frutos do mar e saladas, que deve variar de acordo com sua preferência.

Em 2016, a cerveja Catharina Sour Sun of a Peach foi a segunda melhor cerveja do prêmio “Australian Int’l Beer Awards”, que elege as melhores cervejas da Austrália.

Prós

  • Amargor muito baixo
  • Aroma de notas frutadas
  • Uma das cervejas mais vendidas para turistas em Santa Catarina

Contras

Cerveja Eisenbahn Weizenbier Long Neck 355 ml

A cerveja Eisenbahn Weizenbier, também produzida em Blumenau, é uma cerveja de trigo especial e cremosa. Tem um aroma de banana e cravo, e seu gosto é frutado.

É uma das bebidas alcoólicas que pode ser consumida com vários tipos de comida, como por exemplo, mexicanas, chinesas, carne de porco assada e frutos do mar. Mas é bastante admirada com a mistura de cereais.

O teor alcóolico da Eisenbahn Weizenbier é de cerca de 4,8%. É uma cerveja de trigo, lúpulo e malte de cevada.

Por não ser filtrada, o fermento usado se concentra no copo durante o processo de fabricação.

Prós

  • Segue à risca a Lei Alemã da Pureza
  • Baixo amargor
  • Baixo teor alcoólico

Contras

Cerveja Leopoldina Pilsner Extra 500 ml

A cerveja Pilsner Extra é feita com lúpulos e maltes especiais derivados da região de Pilsen, na República Tcheca. Fabricada pela Cervejaria Leopoldina, a cerveja Pilsen, como também pode ser chamada têm fermentação baixa e sua coloração é mais clara.

Ela não é filtrada, e tem um ótimo equilíbrio entre o lúpulo e o malte. A cerveja Leopoldina Pilsner Extra pode ser consumida com peixes, aves, feijoada e vários tipos de queijos, por esse motivo é uma das melhores cervejas para harmonizar com alimentos diversos.

O colarinho branco da Pilsner Extra possui uma ótima consistência e textura. Seu aroma é levemente maltado e notas florais. O teor alcoólico da Pilsner Extra é de 5%.

Prós

  • É muito versátil na harmonização com comidas
  • Uma das mais pedidas

Contras

Cerveja Tupiniquim Anunciação IPA 600 ml

A Cerveja Tupiniquim Anunciação IPA é fabricada pela Cervejaria Tupiniquim no Rio Grande do Sul. O estilo dessa cerveja é IPA, ou seja, Índia Pale Ale.

Esse produto da Cervejaria Tupiniquim é suave no paladar, frutada na medida e leve. Possui um amargor equilibrado por causa dos lúpulos frutados.

A cerveja Anunciação IPA recebeu medalha de bronze na categoria American IPA no Souh Beer Cup 2015. Seu teor alcoólico é de 6,6%.

É recomendável harmnizar essa cerveja da Cervejaria Tupiniquim com peixes e queijo minas.

Prós

  • Alto Amargor
  • Aroma frutado
  • Paladar suave

Contras

Veredito: Qual a melhor cerveja do Brasil?

A Eisenbahn Pilsen Puro Malte Long Neck 355ml – 12 unid. na minha opinião é a que ganha medalha de ouro da nossa lista, ou seja, é destaque entre as melhores cervejas brasileiras.

O primeiro lugar de melhor cerveja é porque ela tem excelente qualidade e sabor, agradando o público geral.

Além disso, é uma cerveja muito refrescante que combina bem com o clima do Brasil e com grande parte da culinária brasileira. 

Por fim, tem ótimo custo benefício!

Deixe um comentário